Tive ejaculação precoce, e agora?

Quais são as possíveis opções de tratamento?

Normalmente, as opções de tratamento para a ejaculação precoce incluem estudo psicológico, técnicas, anestésicos, medicamentos e consultas. Tenha em mente que pode precisar de tempo para encontrar uma cura ou uma combinação de procedimentos, que irá funcionar para você.

Os médicos geralmente recomendam a terapia. Isso pode ser a psicoterapia, e também conversa com o seu parceiro.

O doutor Kramer (médico famoso na área) fala sobre uma das opções eficazes comportamental do método. É melhor começar com a masturbação sem um parceiro. “Você chega a tal ponto, que está prestes a ejacular e, em seguida, para e pensa sobre algum assunto que vai ter fazer perder a vontade de ejacular”, explica ele.

Um dos outros métodos comportamentais podem ajudar:

  • A masturbação por uma ou duas horas antes da relação sexual.
  • Recusar a prática do sexo em algum momento oportuno e substituir por outras práticas, a fim de reduzir a pressão emocional.
  • Os exercícios de Kegel para os músculos pélvicos: Pare de urinar bem no meio do processo, lembre-se de que os músculos que você fez isso. Forçar eles 3 vezes por dia, de 10 repetições por 3 segundos sem prender a respiração e forçando apenas os músculos usados na hora de urinar.
  • O uso de preservativos especiais que reduzem a sensibilidade ou com efeito retardante.

Medicamentos deve recomendar e escolher o médico. Eles podem consistir de géis ou anestésicos, a redução da sensibilidade do pênis. Mas não escolhidos a dedo medicamento pode levar a uma grave perda de sensibilidade.

Como falar com o médico?

Para acelerar o diagnóstico e a correta para o tratamento é necessário um diálogo com o médico, de preferência algum que você já tenha uma certa confiabilidade e algum histórico de consultas.

O importante nesse processo é você explicar tudo para o seu médico e não esconder nada, porque só assim ele poderá lhe dar um diagnóstico mais completo e que terá mais eficácia em seu caso, caso você tenha algumas dúvidas em como abordar o assunto com seu médico preparamos algumas perguntas que podem vir a calhar e um modo de começar a conversa com ele

  • O que pode causar a ejaculação precoce?
  • Quais exames você recomendaria?
  • Qual o tratamento que você recomendaria?
  • Logo após o tratamento, eu posso esperar melhorias?
  • Tanto tempo depois posso esperar melhorias?
  • Eu tenho o risco de voltar a ter esse problema?
  • Existe a alternativa de algum medicamento que você recomenda?
  • Existe algum tipo de informação importante, um folheto ou um site em que eu, vale a pena ler informações?

Após essas perguntas você terá uma boa ideia do que pode ser feito para melhor sua situação e se é possível você voltar a ter uma vida sexual saudável, com ajudas de procedimentos psicológicos ou até mesmo com a ajuda de algum medicamento que muitas vezes auxiliam em casos extremos.

Porque afinal todos nós merecemos ter uma vida sexual ativa e saudável e que isso não é pedir demais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *