Decididamente, os homens nunca estão satisfeitos com o tamanho de seus membros!

Muito pequeno, muito grande. Os homens sempre encontram defeitos no tamanho do membro sexual. Em contraste com o micro pênis, qual é o problema de uma engrenagem muito grande?

Mas qual é o problema com o sexo dos homens? Pelo menos, no que diz respeito ao tamanho, senhores. Porque sim, temos a impressão de que você nunca está satisfeito! Enquanto alguns lamentam pelo pequeno tamanho de seu sexo, outros entram em pânico diante da “máquina” e até fogem das gazelas – bem, é o que dizem … Seja o que for Ou, parece que ser mimado pela natureza não é necessariamente uma bênção!

É uma pedra, é um pico, é um boné

duração do sexo do homem sempre foi uma fonte de discussão, de ansiedade às vezes, de esperança, de desespero também. 

Ter um pênis pequeno certamente não é divertido, mas muitas vezes tendemos a esquecer que pênis grandes não são necessariamente um presente: fardo real a ser usado, eles podem se tornar uma desvantagem séria. E neste caso, torna-se necessário adotar os gestos certos para ser gentil.

Um grande pênis? Qual é o problema?

Se, ao seu lado, 24, 28 ou 32 centímetros ereto Rocco Siffredi – as opiniões variam de acordo com fontes – agem como pequenos jogadores é que a natureza tem bastante mimados você … ou não. Este presente pode às vezes ser envenenado

Só porque um homem tem um pênis grande não significa que ele será capaz de dar o máximo prazer aos seus parceiros . Além do fato de que você deve saber como usar a “besta”, este belo tamanho também pode ser a causa da dor vaginal da senhora. 

Não ria, é sério! Esteja ciente, por exemplo, que um pênis grande limita as posições sexuais , especialmente aquelas onde a penetração é profunda. Algumas mulheres às vezes podem até ter medo de um falo XXL e recusar categoricamente qualquer relato. Ainda outros quererão superar um ao outro e tentar abraçar você para ir além de seus limites … Mas você é um homem, não uma fera de justiça. 

Em suma, é difícil saber apreender os momentos de abraço quando eles são mais ou menos temidos.

O que fazer na presença de um pênis (também) grande?

Brincadeira à parte, a primeira coisa a fazer com o seu doce e terno é cuidar dela para relaxar ao máximo se o seu stress sexual! Massagens, música suave e acima de tudo … lubrificação! Nesse tipo de situação, as preliminares são essenciais . 

Para você escolher o que melhor lhe convier: lubrificante ou cunilíngua , o propósito da manobra é levá-lo para o país das maravilhas, assim, tome seu tempo e não assuste o pobre perdido. Diga a ele que a mão dele – ou ambas as mãos, talvez? – assim como sua boca são seus aliados. O amor não é apenas penetração vaginal ou anal e felizmente.

Se esta é sua primeira vez com ela, coloque-a no perfume desde o início das hostilidades: ela vai colocá-la em confiança e prepará-la psicologicamente … E se nada realmente acontecer, mostraremos paciência e nos dedicaremos a o prazer dela para ela . Domar a fera será apenas uma questão de tempo!

Muitos homens que acreditam em ter um pênis pequeno estariam completamente na normalidade, de acordo com um estudo recente. 

Isso deve tranquilizar muitos. Em um artigo no início deste mês, a revista Medical News Today analisou a questão existencial que assombra todos os homens: qual é o tamanho médio de um pênis? E, com base nas dezenas de estudos realizados sobre o assunto (os mais antigos datados de 1899), os autores chegaram à conclusão de que o comprimento médio de um falo ereto variava de 12 a 16 cm, enquanto sua circunferência média foi de 12 cm. Quanto ao tamanho médio do sexo masculino em repouso: seu comprimento seria de 7 a 10 cm e sua circunferência de 9 a 10 cm.

De acordo com uma investigação US publicado no Jornal de Urologia em 1996 realizada em 80 homens “fisicamente normal” tamanho médio do pênis é de 8,8 cm em repouso e 12,9 cm de ereção. Neste estudo, os pesquisadores também descobriram que o tamanho de um pênis ereto não tinha relação com ele em repouso e que não havia relação entre a idade e o tamanho do sexo. Além disso, “apenas homens com um pênis descansando a menos de 4 cm ou um pênis ereto com menos de 7,5 cm podem ser considerados homens com um sexo pequeno”, observam os autores.

Outro estudo publicado em 2011 e realizado com 3.300 italianos com idades entre 17 e 19 anos estima que o tamanho médio de um pênis em repouso é de 9 cm de comprimento e 10 cm de circunferência. Três anos depois, uma pesquisa realizada com 1.600 americanos mostrou que a circunferência média de um falo ereto era de 12,2 cm. Outra conclusão dos cientistas: as dimensões exatas de um pênis ereto dependem de como ele é estimulado (com ou sem a mão, por exemplo).

45% dos homens são persuadidos a ter um pênis pequeno

Mas dois dados preocupantes provêm principalmente dos muitos estudos feitos sobre o tamanho do pênis: a percepção equivocada de que os homens têm de seu próprio sexo e o desejo das mulheres. Assim, a maioria dos participantes desses estudos tendia a ver o sexo deles menor que o dos outros. Mas, como os pesquisadores observam, esta é uma questão de perspectiva.

De fato, alguém olhando para seu pênis de cima será necessariamente muito menor do que aquele que o vê à distância. Da mesma forma, de acordo com o peso do homem. Assim, de acordo com um estudo realizado na Arábia Saudita que analisou os IMCs de seus participantes, quanto mais importante era, mais o pênis parecia pequeno na ereção. O sexo, portanto, parece reduzido quando há gordura em sua base.

Além disso, de acordo com um estudo publicado no Jornal Britânico de Urologia 2007 ,  enquanto 85% das mulheres estão satisfeitas com o tamanho do pênis de seu parceiro, 45% dos homens estão convencidos de que têm um pequeno sexo. No entanto, de acordo com uma pesquisa de 67 participantes convencidos de ter um pênis pequeno, nenhum deles teve.

Para as mulheres, a largura fará mais a diferença durante uma relação sexual

Além disso, os homens sempre se concentram na duração de seu sexo quando as mulheres prestam mais atenção à largura . De fato, para 9 de 10 mulheres, a circunferência do pênis desempenha muito mais na qualidade da relação sexual. Dependerá também muito do que uma mulher está procurando em sua vida neste ou naquele momento. Em um estudo americano publicado na revista PLoS One em 2015, os pesquisadores descobriram que as mulheres preferem um pênis maior para uma noite: 16,25 cm de comprimento e 12,7 cm de circunferência, contra 16 cm de comprimento e 12,2 cm de circunferência para uma história séria. “Em outras palavras, as mulheres preferirão tamanhos diferentes por diferentes razões, em diferentes momentos, e qualquer pessoa pode, portanto, representar o ideal da mulher, dependendo do tipo de relacionamento que está procurando ”, concluiu o estudo.

Finalmente, os cientistas estão preocupados com o crescente número de homens que querem usar a cirurgia plástica para aumentar o tamanho de seu pênis. Em um estudo publicado no British Journal of Urology International em abril  , os pesquisadores recomendam que os pacientes considerem métodos não invasivos, como dispositivos de tração peniana ou stents. E se a pessoa é realmente complexa, conversar com um psicólogo é a melhor maneira de recuperar a autoconfiança, eles sugerem.

Porque lembre-se que ter um falo grande não é um fim em si mesmo, relata, em seguida, causando rasgos para as mulheres e expondo mais às bactérias.

O seu cônjuge tem um forte desejo sexual. Ela exige que seus favores a qualquer hora do dia. Você o ama, você o quer, mas você cair de fadiga, ou quase isso. O que fazer?

Os homens não pensem nisso

Em um primeiro passo, vamos destruir um mito. É falsa a afirmação de que os homens pensam apenas isso. Eles pensar em outra coisa… ao longo do tempo. Sua sexualidade é mais genital. Eles entram em sua intimidade por sexo, enquanto que entre as mulheres, a intimidade do amor muitas vezes é uma condição, o desejo.

Solicitado após o tempo devido para o nível de testosterona, mais ou menos elevada, de acordo com a idade, o heterossexual é atraído para as curvas femininas. Na rua, no escritório, ele notou o peito, com isso, a curva do quadril, o cheiro de um colega, um desconhecido. Ele pode até ter fantasias ogled um peito ou uma bunda.

Infiel? Não no sentido próprio do termo. Uma vez em casa, ele é para você que ele vai concentrar seus pensamentos, o seu desejo.

O homem leva mais facilmente à sua sexualidade. Sua anatomia é para algo. O pênis está localizado fora do corpo, de modo que, de senhoras, a sua sexualidade é mais interno, em todos os sentidos do termo.

Um desejo mais forte

Os impulsos sexuais dos homens pode tornar-se cansativo para as mulheres. Seu desejo de procriação, isso desde os primórdios do tempo, não é para algo. Mas a ejaculação – o melhor prazer para os seres humanos, ela também serve como uma saída para acalmar o seu stress, seu estado de tensão, até mesmo ajudá-lo a dormir. E, de manhã, ele vai acordar com uma ereção, mesmo se ele não fez qualquer sonho erótico.

Círculo vicioso ou diferenças irreconciliáveis? Nem uma nem outra! O sucesso de uma união não depende necessariamente da quantidade de saltos na cama, mas sobre um fundamento mais profundo, mais sólida.

Algumas dicas para dar a sua vida sexual mais vontade

Para as mulheres

  • Aceitar a diferença : para entender as necessidades do homem, a mulher terá qualquer interesse para lembrar o básico da sexualidade masculina, mais genital, discutida acima. Mas você vai precisar ir mais longe. Alterando sua percepção, você será capaz de atender melhor às suas expectativas, sem, necessariamente, esgotando-se.
  • Concorda, ou melhor, de sugerir que o homem se masturbando. Você pode ter que rever seus princípios, mas se o seu desejo sexual é devido a uma tensão externa (stress, fadiga), que vai ter uma satisfação imediata, sem se esgotar.
  • Permanecer honesto : se ele é uma desculpa banal frase, “é que a” dor de cabeça “. Evitá-lo a todo custo. Explicar-lhes, com calma, as razões para a sua exaustão ou a sua falta de interesse momentâneo. Mas lembre-se que fazendo amor com uma verdadeira dor de cabeça facilita muitas vezes a dor e o desconforto!

Para os homens

  • Dê ternura : senhores, moderada sua transportes! Lembre-se, para as mulheres, o sexo está intimamente ligado ao amor. Sabe o círculo de pequenas atenções. Trazer-lhe algumas flores. Junte as tarefas domésticas! Simplificar é a (o) tarefa(s). Mostrar-lhe o que é desejável, mesmo se ela ganhou alguns quilos, ou que a maternidade deixou vestígios. Ela é mais mulher!
  • Ouvir : e se houver uma condição essencial na vida, tanto sexual como diário, é o respeito. Estar atenta às suas necessidades, suas demandas, seus desejos. Você vai sair vencedor se continuar tomar o colágeno renova 31.

Estar juntos

  • Criar projetos em comum : você está cansado, ele é demais. Tente reservar alguns momentos de relaxamento, para estar melhor preparado quando seu desejo será mais intenso. Algumas das atividades, a ioga, por exemplo, vão ajudar você a relaxar melhor e a ser mais receptivos para com as necessidades do seu parceiro. E se ele pratica esta arte, ele será capaz de controlar-se mais.
  • Atreva-se a ser original : a rotina, é bem conhecido, mata o desejo do casal. Em vez de poiroter na frente da tv, acho que o safado jogos pouco, tomar um banho juntos, para preparar alguns alimentos que você pode desfrutar no seu corpo transformado em um prato. Quem sabe onde estes jogos vão levar você!
  • Plano para o amor : se a sexualidade parece uma tarefa árdua e que o seu mútuo necessidades não estão sendo atendidas, você deve considerar para incluir em sua agenda, momentos de reconciliação. Esta forma não é muito romântico, mas poderia ser bem adequado para um ou outro. Cavalheiro sabe que às quartas-feiras, sábados e domingos, por exemplo, ele será capaz de fazer amor sem apagamento da recusa. Ele vai, então, ser mais paciente. Por sua vez, as demandas serão menos urgentes.
  • Falar sobre as suas necessidades : entre as ferramentas que promovem a reconciliação, o diálogo ocupa um lugar importante. Explique calmamente para o seu homem, suas necessidades físicas e tentar encontrar um compromisso com a sua própria, mais exacerbada. Você vai encontrar as palavras. Mas evite frases ofensivas. Lembre-se de que, para o homem, o sexo é uma forma eficaz, menos ele acredita que, para provar o seu amor.

Não perca a esperança. Com a idade, a sexualidade da pessoa é transformada devido ao declínio da testosterona. A ternura vai lentamente lugar para a urgência de satisfazer seus impulsos. Em troca, o desejo sexual aumenta com os anos em que a mulher. Você provavelmente vai a algum lugar.

Lembre-se que não existe milagre receita para dar a libido de duas pessoas do sexo oposto. No entanto, o diálogo, em um esforço para entender as necessidades uns dos outros, e alguns fogos de artifício vai reconciliar suas diferenças, para o bem-estar sexual.

Um monte de homens pensam que seu Pênis é muito curto, porque eles são baseados na gigantesca membros do pornô artistas. No entanto, as técnicas para o aumento de CIRURGIA para injeção não são o ideal, e feia, pode acabar efeitos colaterais permanentes resultantes – como o “Mandarim pênis”.

  • Pela separação do pênis ligamentos, o membro são, na verdade, não é mais, mas apenas visualmente.
  • Injeções com autólogo de gordura e materiais de enchimento podem ser depositados como um tanque do tamanho do Pênis.
  • Perder peso é o mais fácil e saudável método para fazer o Pênis novamente em seu comprimento total é de Brilhar.

Cerca de 3.000 pênis extensões na Alemanha por ano. Os Números vêm a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS). Este é um quinto do mundo em procedimentos documentados. Por exemplo, a cada segundo, o homem é, neste país, com seu Pênis, ao invés de insatisfeitos . Ele deve ser maior, e, portanto, mais sucesso com as mulheres, e mais forte auto-confiança como um presente.

Pornô coloca o homem sob pressão

“O desejo desempenha no século 21. Xix, também alerta para a fácil disponibilidade de pornografia, uma função que fornece, especialmente para os jovens, inexperientes homens de uma falsa imagem do homem”, Christian corpos, chefe da seção de andrologia do hospital da Universidade de Freiburg. Conhecido por ser atores pornô por causa de seu comprimento do pénis selecionado. Mas 95 por cento dos homens não pode manter-se, você tem uma mèdia Pênis longo.

Pênis medir algo

Cerca de medição (ereto, ereto) e o comprimento médio do Pênis no entanto, há um número de declarações. “Em termos do Pênis tocando-lo atrás da glande, no unerigierten estado corajosamente algo se move para a frente (esticada comprimento), e em seguida até a glande, a ponta medidas”, esclarece Christian corpos.

Um estudo internacional de 15.000 homens mostrou que a média de duração do alemão Pênis de 13,2 polegadas.

Assim, é apenas cerca de um centímetro atrás da tabela de líderes de França e Escócia. No entanto, muitos dos homens na Alemanha estão prontos para leigos, por causa de um ou dois centímetros a mais no Pênis, sob a faca.

Micro pênis ampliar

No entanto, um pênis de extensão/ampliação de estes motivos é a sério? “Isso é problemático e, nesta área, é clinicamente difícil de justificar”, diz o andrologist. Só o chamado de micro-pênis, que é de sete a nove centímetros de comprimento, é considerado uma indicação médica. No entanto, esta cópia é muito raro.

Uma medida comum é cortar uma de 4 a 5 cm de comprimento incisão na base do pénis, o anterior ligamentos do membro. “Como resultado, o Pênis trava flácida estado e de até dois centímetros mais para o fundo”, disse Christian corpos.

A real extensão do pénis afetaria todos os três corpos cavernosos

A fim de estender o Pênis na verdade, teoricamente, todos os três corpos cavernosos, e, portanto, também da uretra, tratados, No caso das duas corpo cavernoso do Pênis, isso só é possível por tecido erétil-implantes são utilizados.Caso contrário, a capacidade de ter uma ereção é perdida.

Na prática, porém, isso é tão bom como impossível, porque a uretra, e os nervos teria que ser maior – e este é somente um número muito limitado viável. Um máximo de 1 a 2 cm são obtidos.

1. Problemas de ereção

“O problema sexual mais comum de meus pacientes está ligada aos problemas de ereção. Na ausência de uma explicação médica ou equiparados, a angústia é normalmente responsável pelos problemas que o homem encontrar a ser animado, e permanecer assim. Se ele está em um relacionamento por um longo tempo, o tratamento geralmente envolve aprender a acariciar o outro, a fim de estar fisicamente perto, sem se sentir obrigado, necessariamente, para ter uma relação sexual.

Para pacientes individuais, o problema é um pouco mais complicado. O homem pode fazer alguns exercícios quando se masturbando, a fim de recuperar a confiança em sua capacidade de ter uma ereção depois de um fracasso sexual. Ele também pode ajudar a se concentrar menos em sua ansiedade de não conseguir ou de manter sua ereção, que já contribui para o problema – e mais sobre os aspectos do sexo que ele gosta e que fornecê-los com prazer.Ele também pode tentar saber sobre o seu parceiro ou parceira, antes de considerar uma relação sexual, e não necessariamente o foco na penetração, mas em outras formas de ser sexual.”

Dr. Bruce Berman

2. Os relatórios são menos frequentes

“O problema mais comum que eu encontro, como um terapeuta, sexólogo, é a insatisfação relacionada com o declínio da frequência, ou total ausência, de sexo do casal. Não há nenhuma solução milagrosa, porque as razões para isso são potencialmente muito diversas : problemas de ereção, relatórios doloroso, o tédio, a diminuição da libido, devido a doenças, medicamentos ou estresse no casal.

Proponho exercícios para fazer em casa, que eu desenvolvi, para que o casal pode aprender a trazer a emoção por carícias eróticas. Eu também posso discutir com eles como para tomar o tempo, individualmente e como casal, para redescobrir a atração para si e para o seu parceiro. Por vezes acontece que um dos parceiros não se sente mais atraente, e acho que para ser livre(e) apelo sexual.”

Sari Cooper, um terapeuta sexólogo, membro do AASECT

“De longe, o problema sexual foi mais comum de relação lésbica que vêm me ver está relacionado ao fato de que eles não mais de amor em tudo. Para alguns, faz meses ; para muitos outros, por anos. A razão pela qual eles vêm a mim, falar é que um dos dois parceiros estão satisfeitos completamente, enquanto a outra está lutando para viver.Mesmo se os casais heterossexuais também sofrem com este problema, um estudo realizado nos eua descobriu que, depois de dez anos juntos, 67% dos heterossexuais e 15% das lésbicas tinham pelo menos um relatório por mês. É, portanto, um grande problema nessa comunidade.

A solução é a primeira a recolher informações fiáveis sobre o desejo feminino, e em seguida, discuta com o seu parceiro ideal de frequência dos relatórios. A paixão do primeiro tempo, que parece tão espontânea, na verdade, respostas para comportamentos bastante pragmática : fornecer para compromissos por dois, para criar uma atmosfera de “sexy”, sussurro elogios para o ouvido e fantasiar sexualmente. Você excitar-se à força de pensar, prever, imaginar aquelas cenas de sexo.O problema vem quando você parar para pensar sobre tudo isso, e que você espera que sua libido leva automaticamente a retransmissão. Isso não vai acontecer isso, porque a maioria de nós não tem essa necessidade física, estimulado pela testosterona, ter relações sexuais. Nós não somos divertido depois de o primeiro passo.”

Dr. Glenda Corwin

“Eu acho que o problema sexual, o mais comum é a falta de desejo ou libido pouco pronunciado, e isso acontece para ambos os homens e as mulheres. A solução depende da causa do problema. Começo por analisar o que leva a pessoa a ter pouca vontade. Se os parceiros não concorda, ou não tem intimidade emocional, pelo menos, um dos dois, eventualmente, não mostram desejo. Neste caso, a terapia começa por trabalhar com o casal.Nem sempre isso é suficiente para resolver o problema sexual, mas se houver problemas no casal, é quase sempre essencial para resolver.

Em outros casos, a falta de desejo pode ser o resultado de uma forma de fazer o amor que não atender as necessidades de um parceiro. Em outras palavras, o casal não foi encontrado um cenário sexual mutuamente satisfatória, que funciona bem para um e outro. Isto pode ser devido a uma série de coisas, mas a falta de comunicação sexual é muitas vezes a causa. Por isso que eu recomendo exercícios para fazer em casa, com o foco no abraços.”

Quando um homem não pode proporcionar o prazer, para ele e para o seu parceiro está em algum lugar entre a frustração e o desapontamento. Eu mesmo ouvi de homens que se assemelhava a mulher, não porque eles tinham sido tão envergonhado de sua impotência…

Porque os homens são tão sensíveis sobre isso, e porque é um momento em que é constrangedor, isso coloca a mulher em uma situação realmente difícil. Claro, você quer apenas dizer : “Querida, alguma coisa que eu possa fazer para ajudar você ? “. Mas, em alguns casos, isso é exatamente o que ele não quer ouvir. Ele disse : “Não, eu só estou morrendo por dentro, e a última coisa que eu quero fazer é tentar ajudar!

Pior ainda, se você dizer : “algo errado?” ou “será que vai?”– porque, sim, claramente tem algo errado, você não precisa lembrar ele, e perguntando se vai, é só mais uma pressão dentro da cabeça do homem que estará triste olhando para seu membro mole.

Como reagir à impotência de seu homem ?

Aqui estão algumas possibilidades (mas esteja ciente de que eles também podem se virar contra você, dependendo das circunstâncias). Mas no fim, aqui são 4 coisas que você pode dizer para o ajudar a tirar o melhor proveito da situação :

1. Isso acontece com todos os caras.

Claro, pode-se perguntar quanta experiência você tem (alguns caras gostam de fingir que esta é a sua primeira vez – eu acho que eles são idiotas), mas pelo menos ele não vai ter a impressão de ser o único perdedor do planeta. A miséria adora companhia.

2. Nós vamos demorar um pouco mais para transar e eu adoro isso.

Desta forma você o diz que adora quando vocês permanecem na preliminares por um bom tempo e deixa claro o quanto você gosta dos carinhos deles, dando mais tempo para ele conseguir ter uma ereção.

Eu aconselho a não tomar conta de seu pênis, pelo menos até que ele começa a mostrar que ele funciona. Se você tocá-lo, ele pode pensar que você tenta de novo, e de que sua culpa e sentimento de fracasso pode impedir.

3. Você sabe o que? Isso também acontece comigo às vezes.

Os homens talvez não perceber que, às vezes, as mulheres não estiverem molhados, porque eles simplesmente não animado. Deixe-o saber que ele é um ser humano, e não apenas uma disfunção erétil vai ajudar a relaxar a mente.

4. Por que se preocupar ? Você me faz feliz, simplesmente.

É claro que a sua confiança não está no nível mais alto, então um pouco de seguros vai aumentar sua auto-estima. E, para o momento, o que ele mais precisa é de estima.

Note que em todos estes casos, a única coisa que tenho a dizer é que você não está com raiva ou frustrado, porque não é capaz de ter uma ereção.

E não se esqueça : você não deve levar o seu estatuto de uma forma pessoal. Acredite em mim, pode ser um homem preocupado simplesmente porque ele o ama muito e que ele tenta, de forma convincente, para fazer você feliz !

Ou : ele pode ter outra coisa em mente ; uma tal coisa como o consumo de álcool… e que não tem nada a ver com você, menos ainda se você está sexy.

Se o problema se repete com freqüência sobre o tapete, pode haver um problema maior. Mas um caso isolado onde dois no primeiro tempo é completamente normal. Se o problema persistir, obter um tratamento adequado, como o Cialis , por exemplo, e consulte o seu médico.

Assim, uma vez que você sabe o que esta falha não é culpa sua, tentar ajudar. Ele provavelmente pensa que a sua incapacidade de manter uma ereção reflete em toda a sua identidade, por isso certifique-se e dizer-lhe que esta não é grave.

Finalmente, não se esqueça de que os homens são muito mais complicados do que as mulheres a nível sexual. Pode-se pensar que eles são facilmente maleáveis  – mas este não é o caso. E quando um homem com problemas, ele realmente é muito vulnerável, porque o seu ego leva um golpe. Estou muito cuidado com suas ações e gestos.

A disfunção erétil é algo que assusta a maioria dos homens hoje em dia, uma vez que a mídia faz questão de impor padrões, regras e uma pressão desnecessária na cabeça das pessoas que já esta cheia com outros problemas enormes, pensando nisso a equipe do tudo saudável resolveu fazer uma lista para explicar certinho os motivos que o homem pode estar apresentando dificuldade na sua vida pessoal.

Na maioria dos casos de disfunção erétil é causada por algo físico. Causas comuns incluem:

  • Doenças do coração,
  • Vasos sanguíneos obstruídos (aterosclerose),
  • Pressão arterial elevada,
  • Diabetes,
  • A obesidade,
  • Síndrome metabólica, condição que inclui o aumento da pressão sanguínea, altos níveis de insulina, o corpo de gordura ao redor da cintura e o colesterol elevado, doença de parkinson.
  • Baixos níveis de testosterona.
  • A doença de Peyronie com o desenvolvimento de tecido cicatricial no pênis.
  • Algumas drogas.
  • Uso de tabaco.
  • O alcoolismo e outras formas de abuso de substâncias.
  • Tratamentos para o cancro da próstata ou alargamento da próstata.
  • Cirurgias ou lesões que afetam a área pélvica ou a medula espinhal.
  • A Esclerose Múltipla.

O cérebro desempenha um papel fundamental no desencadeamento da série de eventos físicos que causam l’ereção, a partir das sensações e da excitação sexual. Um número de fatores pode interferir com a excitação e causando o agravamento da impotência. Estes incluem:

  • Depressão, ansiedade ou outras condições de saúde mental,
  • O stress,
  • Fadiga,
  • Problemas de relacionamento devido ao estresse, falta de comunicação ou outros motivos de preocupação.

Uma variedade de fatores de risco podem contribuir para a disfunção erétil. Eles incluem:

  • Problemas médicos, especialmente a diabetes ou problemas cardíacos,
  • O uso do tabaco, que reduz o fluxo de sangue para as veias e artérias. Ao longo do tempo, o tabaco pode causar problemas crônicos de saúde que levam à disfunção erétil,
  • O excesso de peso, especialmente nas condições reais de obesidade,
  • Alguns tratamentos médicos, como a cirurgia na próstata ou radioterapia para o câncer,
  • Lesões, especialmente se eles danificar os nervos que controlam a erecção,
  • Medicamentos, incluindo antidepressivos, anti-histamínicos e medicamentos para tratar a pressão arterial elevada, dor ou câncer de próstata,
  • Condições psicológicas, como estresse, ansiedade ou depressão,
  • Abuso de álcool ou outras substâncias,
  • Andar de bicicleta por um longo tempo, devido à compressão dos nervos pode afetar o fluxo de sangue para o pênis.

Os sintomas associados com a impotência pode incluir:

  • Problemas em conseguir uma ereção,
  • Dificuldade em manter uma ereção,
  • A redução do desejo sexual.

Normalmente, o primeiro passo é consultar o seu médico de família ou um médico de clínica geral. No caso particular de situações de saúde, no entanto, você pode ir diretamente a um especialista , como um médico que se especializa em problemas para os genitais masculinos (urologista) ou um médico especialista em problemas hormonais (endocrinologista).
O horário de visita é limitada, para uma palavra de conselho: prepare uma lista de perguntas antes de fazer um compromisso( por exemplo : “o que é provável que esteja tendo influencia no meu desempenho sexual?“,” Meu desamparo é mais provável de ser transitória ou crônica?”).
Além destas questões para o médico, não hesite em perguntar outras questões a qualquer momento durante a sua nomeação. Para que ele possa te auxiliar para o fim desse problema. Muitos médicos estão recomendando um produto revolucionários, o Libid gel, que esta auxiliando a vida amorosa de muitos homens pelo Brasil.

Quais são as possíveis opções de tratamento?

Normalmente, as opções de tratamento para a ejaculação precoce incluem estudo psicológico, técnicas, anestésicos, medicamentos e consultas. Tenha em mente que pode precisar de tempo para encontrar uma cura ou uma combinação de procedimentos, que irá funcionar para você.

Os médicos geralmente recomendam a terapia. Isso pode ser a psicoterapia, e também conversa com o seu parceiro.

O doutor Kramer (médico famoso na área) fala sobre uma das opções eficazes comportamental do método. É melhor começar com a masturbação sem um parceiro. “Você chega a tal ponto, que está prestes a ejacular e, em seguida, para e pensa sobre algum assunto que vai ter fazer perder a vontade de ejacular”, explica ele.

Um dos outros métodos comportamentais podem ajudar:

  • A masturbação por uma ou duas horas antes da relação sexual.
  • Recusar a prática do sexo em algum momento oportuno e substituir por outras práticas, a fim de reduzir a pressão emocional.
  • Os exercícios de Kegel para os músculos pélvicos: Pare de urinar bem no meio do processo, lembre-se de que os músculos que você fez isso. Forçar eles 3 vezes por dia, de 10 repetições por 3 segundos sem prender a respiração e forçando apenas os músculos usados na hora de urinar.
  • O uso de preservativos especiais que reduzem a sensibilidade ou com efeito retardante.

Medicamentos deve recomendar e escolher o médico. Eles podem consistir de géis ou anestésicos, a redução da sensibilidade do pênis. Mas não escolhidos a dedo medicamento pode levar a uma grave perda de sensibilidade.

Como falar com o médico?

Para acelerar o diagnóstico e a correta para o tratamento é necessário um diálogo com o médico, de preferência algum que você já tenha uma certa confiabilidade e algum histórico de consultas.

O importante nesse processo é você explicar tudo para o seu médico e não esconder nada, porque só assim ele poderá lhe dar um diagnóstico mais completo e que terá mais eficácia em seu caso, caso você tenha algumas dúvidas em como abordar o assunto com seu médico preparamos algumas perguntas que podem vir a calhar e um modo de começar a conversa com ele

  • O que pode causar a ejaculação precoce?
  • Quais exames você recomendaria?
  • Qual o tratamento que você recomendaria?
  • Logo após o tratamento, eu posso esperar melhorias?
  • Tanto tempo depois posso esperar melhorias?
  • Eu tenho o risco de voltar a ter esse problema?
  • Existe a alternativa de algum medicamento que você recomenda?
  • Existe algum tipo de informação importante, um folheto ou um site em que eu, vale a pena ler informações?

Após essas perguntas você terá uma boa ideia do que pode ser feito para melhor sua situação e se é possível você voltar a ter uma vida sexual saudável, com ajudas de procedimentos psicológicos ou até mesmo com a ajuda de algum medicamento que muitas vezes auxiliam em casos extremos. Lembrando também que existem produtos no mercado para melhorar sua vida sexual, um dele é o Xtragel.

Porque afinal todos nós merecemos ter uma vida sexual ativa e saudável e que isso não é pedir demais.

Por que os homens vivem 10 anos menos que as mulheres? O que mata a saúde reprodutiva dos homens?

Recentemente, o Ministério da Saúde vem fazendo muito trabalho na prevenção de doenças. A clínica é retomada e está em fase de exame médico (somente em 2017 foi aprovada por 22 milhões de pessoas), os projetos sobre a formação de um estilo de vida saudável, contrariando o consumo de tabaco foram elaborados. Mas, apesar dos sucessos, o Brasil continua registrando uma alta taxa de mortalidade entre os homens em idade ativa. 43% dos homens não vivem até aos 65 anos. Poucas pessoas acham que a expectativa de vida masculina depende do estado de sua saúde reprodutiva. A disfunção erétil é chamada um teste decisivo de saúde. “Misfire” é um indicador do risco de ataque cardíaco e derrame. Está estabelecido que as lesões ateroscleróticas do sistema circulatório nos vasos da esfera genital ocorrem 5-7 anos antes do que nos vasos do coração e do cérebro. Portanto, em homens com disfunção erétil, o risco de desenvolver um ataque cardíaco dentro de 10 anos é 52 vezes maior do que em homens com uma ereção normal. Os reproductologistas aconselham os homens a não esquecer o teste de samurai, que era conhecido há dois mil anos. Se houver uma ereção matinal – a cabeça e o coração funcionam bem. Se ausente por duas semanas – é hora de prestar atenção à sua saúde.

Criatividade em zero?

– Que outros indicadores um homem pode estimar sua saúde reprodutiva?

– Existem sintomas importantes que à primeira vista não estão relacionados com a potência. Por exemplo, problemas ocultos com a saúde dos homens podem ser julgados pela redução da criatividade e habilidades intelectuais, letargia, sonolência. Como regra, estes são efeitos colaterais do excesso de peso, com os quais um homem não pode ser reconciliado.A gordura funciona como uma glândula endócrina – o corpo aumenta o nível dos hormônios sexuais femininos, o peito e o estômago começam a crescer. Contra o pano de fundo do desequilíbrio hormonal e a capacidade de conceber. Evidências científicas recentes sugerem que o excesso de peso aumenta o risco de hiperplasia prostática.

– Acredita-se que a saúde masculina mata a abstinência?

– A vida sexual regular é importante. No entanto, a saúde sexual masculina é morta por atividade sexual errática, especialmente fora do casamento. Estreia sexual em homens hoje ocorre a 16-17 anos, eles entram em matrimônio em 27-28. Durante esse período, os homens trocam de 4 a 6 parceiros e, no momento do casamento, são presenteados com um “buquê” de doenças ao cônjuge, que causam doenças sérias para eles, para eles e para a esposa durante a gravidez e o parto. 

O médico? Provedor! 

– A maioria das doenças se desenvolve gradualmente, e os homens não gostam de ir aos médicos. Quais sintomas devem levá-los a consultar um médico imediatamente?

– Quando um homem percebe que é hora de ir a um urologista, ele já tem doenças graves e nem sempre pode ajudá-lo na íntegra. Este é um problema não só para os homens, mas também para os cuidados de saúde – o tratamento de doenças negligenciadas é caro. Os esforços dos médicos e seus pacientes devem ser direcionados para a prevenção de doenças (desde o nascimento e a infância). O médico deve tornar-se um prestador de serviços de saúde cuja tarefa é informar as pessoas sobre os riscos individuais associados à idade, sexo, genética, profissão, etc. E o paciente deve entender que ele é responsável em primeiro lugar pela sua saúde.

Garanta a longevidade da sua virilidade, utilize Gel Hot Grow regularmente!

A crise da meia idade nos homens, ou “quarenta”, pode ser comparada com o período da menopausa nas mulheres. Os psicólogos dizem que as principais causas dos “dramas” pessoais são as alterações hormonais, a diminuição da atividade sexual e a autoconfiança. No entanto, nas mulheres, esse ponto de virada ocorre após 45 anos, mas os homens enfrentam os primeiros sinais aos 40 anos de idade.

Por que um homem no auge de sua vida pode enfrentar uma diminuição na potência? 

Aproximadamente um em cada três homens entre 20 e 40 anos sofre de prostatite (inflamação da próstata). As causas do desenvolvimento da doença são divididas em dois grupos: muito mais raro – infeccioso e muitas vezes ocorrendo – não infeccioso, associado à circulação prejudicada nos tecidos da próstata. Os primeiros sinais de prostatite  são dor na região pélvica e uma violação da micção. E depois se junta ao declínio na qualidade da vida sexual:

  • enfraquecimento do desejo sexual;
  • disfunção erétil (duração e qualidade);
  • ejaculação prematura ou dolorosa;
  • enfraquecimento ou falta de orgasmo. 

Com a idade, a situação se agrava, pois as manifestações da hiperplasia benigna da próstata unem-se aos sintomas da prostatite. Assim, o tratamento intempestivo da prostatite não apenas piora a saúde do homem como um todo, mas também afeta a relação com o cônjuge. 

Nos primeiros sinais de prostatite, é importante consultar um especialista para recomendações competentes sobre o tratamento da doença . A terapia da prostatite é uma abordagem integrada:
  • Antibioticoterapia – é prescrito apenas em casos de detecção de infecção clara.Atualmente, os médicos tentam limitar o uso de antibióticos ao máximo, levando em conta o aumento da resistência dos micróbios a eles e efeitos colaterais indesejáveis. O Ministério da Saúde desenvolve medidas para combater a ingestão descontrolada de antibióticos;
  • Anti-inflamatórios não esteróides (AINEs) para alívio da dor, edema e inflamação; 
  • Fitoterapia – é usada para fins de tratamento e prevenção, e, ao contrário dos antibióticos, uma consulta de longo prazo é possível. O uso de remédios à base de plantas para inflamação crônica é plenamente justificado devido à sua alta eficiência e segurança. 
  • Massagem da próstata, fisioterapia, exercícios de fisioterapia. 

Hoje, um grande número de drogas e aditivos biologicamente ativos para o tratamento e prevenção da inflamação da próstata são apresentados nas farmácias. Como fazer a escolha certa?

Duromax é desenvolvido especificamente para homens que querem levar um estilo de vida ativo e aproveitar a intimidade. O medicamento atua em várias direções ao mesmo tempo: ajuda a reduzir os sintomas de prostatite, como micção dolorosa e difícil, tem efeito bacteriostático (sem efeitos colaterais da antibioticoterapia) e melhora a atividade sexual. Os fitocomponentes  têm um efeito complexo sobre a causa da prostatite, bem como sobre as ligações individuais da doença:

  • Erva de São João e capim-dourado – possuem ação anti-inflamatória, antimicrobiana, analgésica e diurética;
  • Echinacea purpurea – aumenta a imunidade e a resistência do corpo a infecções e doenças virais;
  • Raiz de alcaçuz – ajuda a remover reações alérgicas e inchaço e também melhora a biodisponibilidade do medicamento. 

Manter a autoconfiança e aproveitar a vida é privilégio de homens reais.